Seguidores

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Do concerto de James e de como entrou directamente para o Top de concertos da minha vida!

Um Tim Booth inspiradíssimo (e segundo ele sob o efeito do ibuprofeno, the new dance drug!) a dominar um Meo Arena com cerca de 10 mil pessoas! A energia é contagiante, as letras são mais do que conhecidas e a performance de toda a banda é irrepreensível! Tim Booth começou o concerto no meio da plateia e voltou para o encore aparecendo no Balcão do Meo Arena. Foram mais de duas horas aos saltos e a bater palmas praticamente na primeira fila da plateia, o auge foi ajudar Mr. Booth a fazer o seu característico crowdsurfing!
 Hoje estou sem voz mas com a certeza de que assisti a um concerto brutal que entrou directamente para o meu Top*. As expectativas eram altíssimas mas eles não só as cumpriram como as ultrapassaram..
A setlist não desiludiu e o final foi brutal com o público a cantar repetidamente o refrão de Sometimes à capela e Tim Booth a fazer um último crowdsurfing, para ser quase perfeito faltou a Top of the world e Johnny Yen!











video

*Fazem também parte do meu Top de concertos, sem ordem específica e por motivos diferentes: Supertramp, Pearl Jam, Jamie Cullum, Lenny Kravitz, Rui Veloso, Kumpania Algazarra entre outros.

**Pontos extra para quando logo no início Tim Booth manda desligar todos os telefones e câmeras!

***Se calhar ter ido sair depois do concerto e ter dançado a noite toda também não ajudou ao facto de hoje estar que não posso!




Sem comentários:

Enviar um comentário